Banner Top

Log in

Escolas da cidade de Contagem recebem espetáculos e oficinas gratuitas na Semana Conexões Criativas, de 13 a 17 de maio 

Sandra Lane Foto: Divulgação Planeta Cultura Sandra Lane

Programação conta com contação de histórias, oficina de fanzine, entre outras atividades construídas a partir da cultura do município 

Entre os dias 13 e 17 de maio, a cidade de Contagem irá receber a Semana Conexões Criativas - Arte, patrimônios e diversidade. A programação é totalmente gratuita e será realizada em escolas públicas da rede educacional. O projeto promove uma jornada de oficinas e apresentações artísticas, construídas a partir dos patrimônios culturais e naturais da arte e das expressões criativas de cada município que passa. 

Em Contagem, a Semana Conexões Criativas traz a magia da cultura popular no espetáculo "Estação das Histórias - Contagem", trazendo muitas histórias com o cordelista Juvenal Bernardes, as contadoras de histórias Sandra Lane, Dinda e Mariana Bernardes. O espetáculo ainda terá participação do Slam das Rimas, com Leandro Zerê e JP1 Escrevivente. 

Nas oficinas, os estudantes poderão mergulhar na arte das fanzines, da arte em papel e da capoeira, além de criar máscaras típicas das Festas da Folia de Reis.  A produção é de Nana e Rayssa Amaral. 

As atividades voltadas para escolas públicas de Contagem são gratuitas e contam com intérpretes de libras.

O Conexões Criativas - arte, patrimônios e diversidade é  patrocinado pela Gerdau Açominas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, parceria do Instituto Território Criativo, realização da Planeta Cultura e Sustentabilidade e Governo de Minas Gerais - Governo diferente, Estado Eficiente.


OFICINAS 


Máscaras da Folia de Reis - Eco das Artes

Nesta oficina, os participantes aprenderão técnicas  especiais do papier collé a partir da criação de máscaras típicas das Festas da Folia de Reis. O aprendizado proporcionado permitirá que os participantes se apropriem da técnica para o desenvolvimento de máscaras de diferentes temas. Um poderoso recurso cultural e pedagógico que pode ser aplicado no contexto educacional e das artes em geral.

 

O núcleo artístico Eco das artes une em seu trabalho arte, cultura e sustentabilidade. As oficinas são conduzidas pelos arte educadores Euler Alves e Narly Simões. Com intensa atuação, o ECO DAS ARTES acumula experiências  de arte-educação em alguns dos principais festivais e eventos de referência para a cultura mineira, como a Semana do Folclore de Araçuaí e o Festival Folclórico de Jequitibá. No exterior, passou pela Andrea Rossi ArtStudio-Galway  e CeardlanCraftViallage-Galway, na Irlanda.

 

Oficina de Flipbook - Lu Flores

Desenvolvida para crianças a partir de 10 anos ou para comunidade em geral, a oficina trabalha a capoeira como bem imaterial cultural. O encontro traz a história dessa manifestação artística e, a partir de um primeiro momento de descoberta, os participantes serão apresentados aos movimentos que fazem parte do seu jogo. Unindo conhecimento e arte, o resultado será a construção de um flipbook, que será explorado e explicado em detalhes para conhecimento de todos.

Oficina Arte e Cultura Popular em Papel - Bernadete Fiorini

A artista traz os frutos de uma vida inteira de convivência social e pesquisa sobre manifestações artísticas e populares que têm o papel como base.

Oficina de Fanzine ou "Zine" com Leandro Zerê e JP1 Escrevivente

A oficina traz a poesia marginal e as conexões urbanas para um mundo de imaginações em um espaço criativo e colaborativo em que os participantes mergulham no universo dos fanzines. Os Zines, publicações independentes e artesanais, foram populares durante a chamada Geração Mimeógrafo que utilizava das publicações caseiras para fugir da censura imposta sobre as editoras durante o regime ditatorial brasileiro. Hoje, os pequenos livretos são criados para difundir o trabalho e amor pela leitura e pelas ilustrações de forma simplificada e de baixo custo. Com a temática "Eu e a Comunidade" a oficina propõe levar pessoas de todas as idades a alçar sua criatividade na construção destes livretos, reimaginando sua conexão com sua cidade e seu bairro.

SOBRE OS ARTISTAS

Sandra Lane, contadora de histórias, atriz, sombrista, escritora e pesquisadora do Projeto "Sombras que Iluminam", é graduada em Artes Plásticas e Educação Artística. Ela se especializou em Arte-educação da palavra oral à escrita, gestão cultural e alfabetização pela PUC Minas. Sandra é a criadora do projeto Kamishibai Brasil Sombras na Palma da Mão e membro da Associação Brasileira de Teatro de Bonecos – UNIMA Brasil. Seus projetos artísticos e sociais receberam diversos prêmios, incluindo o Edital de premiação cultural – Aldir Blanc – Chamada pública SMC nº 01/2020. Além disso, ela participou de festivais nacionais e internacionais, como o Festim – Festival de Teatro em Miniatura e o FIS-Festival Internacional de Teatro de Sombras. Suas publicações incluem "O conto do rouxinol em cordel", coautoria com o Cascão.

Juvenal Bernardes é natural de Divinópolis (MG). Contador de estórias, palhaço, escritor e editor. Publica seus cordéis pela Manuguita Edições: "A guerra do macaco com a onça" (5 volumes), "Cordel Patrimonial", "Contos populares em cordel" (4 volumes) e "Tato, o tatu", entre outros. "A guerra do macaco com a onça" será relançado em volume único em 2024. Como contador de estórias, desenvolveu vários projetos: "A HORA DO CONTO NA ESCOLA" – em 2 edições (2013 e 2014 e "PASSA NA PRAÇA" (2019), entre outros.

 

Dinda é uma Contadora de histórias e artista do entretenimento infantil com mais de sete anos de experiência. Formada pelo Instituto Cultural Aletria e diversos profissionais renomados na área, atua em espetáculos culturais e educacionais.

 

Mariana Bernardes ou amari aqui é Contadora de Histórias e gestora do Conte Comigo Centro Cultural. Há 10 anos coleciona histórias e afetos no terreiro da tradição oral. Pedagoga pela Universidade do Estado MG, Mestranda em Artes da Cena e Mediação Cultural pela Escola Superior de Artes Célia Helena e Escola Itaú Cultural, pesquisa pontos de encruzilhada entre histórias, oralidade e a cultura afro-brasileira. 

 

JP-Escrevivente é poeta, arte-educador, mestre de cerimônias e pai do Luiz Miguel. Na cena da poesia desde antes dos 18 anos, JP é reconhecido pelo seu desempenho nos Slam's e Batalhas de MC de BH e região metropolitana sempre trazendo muito impacto nas suas letras e ao mesmo tempo falando sobre sentimentos e a importância de sentir com textos que causam grande identificação no público. Por duas vezes campeão mineiro de poesia falada e semi-finalista nacional de 2022, o poeta segue em atividade emocionando e se emocionando com as vivências que a poesia proporciona

Leandro Zerê é graduando do curso de Letras da Universidade do Estado de Minas Gerais, conheceu a poesia e sua inspiração para o ativismo artístico através de um livro furtado da biblioteca escolar enquanto ainda cursava o 6º Ano do Ensino Fundamental no Complexo Cabana do Pai Tomás. Hoje, Zere atua como Arte-Educador, Produtor Cultural, Editor, e Poeta pela Produtora ABorda Cultural e Editora Venas Abiertas, como ator na Cia de Teatro 5Só e também como Mobilizador Social e ativista cultural pelo Fórum das Juventudes da Grande BH desenvolvendo trabalhos dentro e fora da capital mineira.

SERVIÇO 

Semana Conexões Criativas - Arte, patrimônios e diversidade

De 13 a 17 de maio

Local: Escolas Públicas da Rede Educacional de Contagem (MG)

 

Programação gratuita

 

Mais informações: www.planetacultura.com.br



PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira (13/5)

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: E. M. Newton Amaral Franco
Horário: 10h

 

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: E. M. Vereador José Ferreira de Aguiar

Horário: 15h

 

Terça-feira (14/5)

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: E. M. Professor Hilton Rocha

Horário: 10h

 

Oficina Arte e Cultura popular em papel com Bernadete Fiorini

Local: E. M. Professor Hilton Rocha

Horário: 13h - 17h

 

Quarta-feira (15/5)

Oficina Flipbook  com Lu Flores

Local: E. M. Isabel Nascimento de Mattos/FUNEC Petrolândia

Horário: 08h - 11h

 

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: E. M. Isabel Nascimento de Mattos/FUNEC Petrolândia

Horário: 14h

 

Quinta-feira (16/5)

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: Escola Municipal Maria do Amparo

Horário: 14h

 

Oficina Máscaras da Folia de Reis com Eco das Artes

Local: E. M. Newton Amaral Franco

Horário: 13h

 

Sexta-feira (17/5)

Oficina de Fanzine ou " Zine" - Leandro Zerê 

Local: Escola Estadual Dom Bosco

Horário: 08 Às 10h

 

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: Escola Estadual Dom Bosco

Horário: 10h

Oficina Máscaras da Folia de Reis com Eco das Artes

Local: E. M. Newton Amaral Franco

Horário: 13h

 

Espetáculo: Estação das Histórias - Contagem

Local: Circuito Inclusão

Horário: 15h

 

Lei Estadual de Incentivo à Cultura

Patrocínio: Gerdau Açominas

Parceria: Instituto Território Criativo

Realização: Planeta Cultura e Sustentabilidade | Governo de Minas Gerais | Governo Diferente, Estado eficiente

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner 468 x 60 px