Log in

"Lugar de Criação", do CCBB Educativo, é a opção ideal para a criançada se divertir nas férias

Oficinas acontecem em dias variados, sempre às 15H, no CCBB BH

Quem busca opções de atividades para divertir a criançada nas férias pode contar com o CCBB Educativo. Diversas oficinas acontecem no Lugar de Criação, envolvendo a família inteira. No mês de janeiro, a programação será estendida, com mais oficinas, em mais dias da semana, permitindo que o recesso escolar seja aproveitado por todos. As atrações têm entrada gratuita e acontecem às 15h.

A Oficina de Histórias acontece no dia 29 de janeiro. Nesse encontro, as narrativas tomam conta e propõem um mergulho no imaginário, onde o público aproveita leitura mediada de livros ilustrados. Durante a atividade, os participantes são levados a criar narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

Com capacidade limitada, seguindo as normas de prevenção contra o COVID-19, a oficina poderá contar com presença de até 15 pessoas, mediante agendamento prévio na internet.

Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF e o representante pode ser acompanhado por até duas pessoas de sua família. Também é obrigatório o uso de máscaras e respeitar os protocolos de distanciamento.

Além das atividades presenciais, ainda há diversas atividades online para o público. Ou seja, quem quiser continuar se divertindo e aprendendo em casa, pode contar com o acervo de oficinas digitais do Lugar de Criação. Para isso, basta acessar o site www.ccbbeducativo.com

 

SERVIÇO:

Programa CCBB Educativo – Lugar de Criação

 

Oficina de Histórias

Data/horário: 29 de janeiro, às 15h

Duração de 1h

 

Em todas as atividades é necessária a presença dos pais ou responsáveis.

 

Local: CCBB BH - Praça da Liberdade, 450 – Funcionários

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos

Capacidade: 15 pessoas, mediante agendamento prévio pela internet.

 

Inscrições: www.ccbbeducativo.com.br

Emissão de apenas um ingresso por CPF. O representante pode ser acompanhado por até 02 pessoas de sua família.

 

Evento gratuito

Protocolos de distanciamento: bb.com.br/cultura ou no site eventim.com.br

Informações: (31) 3431-9440/9441

www.ccbbeducativo.com

bb.com.br/cultura

 

Sobre o Programa CCBB – Educativo

O Programa CCBB Educativo desenvolve ações que estimulam experiências, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

 

Sobre Circuito Liberdade
O Centro Cultural Banco do Brasil é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas.

Mostra movimento armorial 50 anos abre novo ciclo de atrações com encontros musicais e conversas

Programação acontece até 25 de fevereiro de 2022

A Mostra Movimento Armorial 50 Anos - que acontece no Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte - abriu um novo ciclo de atrações, que acontece até o dia 25 de fevereiro - com Encontros Musicais e Conversas sobre a Arte Armorial. Uma oportunidade imperdível para quem quiser conferir de perto as várias faces do Movimento e o universo mágico do mestre Ariano Suassuna na música, dança, literatura, teatro e artes visuais com entrada gratuita.

 

Encontros musicais

Os encontros musicais acontecem sempre das 20h às 22h, no Teatro I do CCBB. Da Paraíba, chegam nos dias 23 e 25 de fevereiro, respectivamente, o premiadíssimo Quinteto da Paraíba e o Trio Lancinante, que fecha o ciclo dos Encontros Musicais com participação especial da cantora Letícia Torança. O espetáculo intitulado Amanhecência, que faz sua estreia em Belo Horizonte, é o primeiro em estilo poético instrumental do Trio.

Conversas

A série Conversas sobre a Arte Armorial acontece das 19h às 21h, no Teatro I do CCBB. Sobre a Música Armorial, no dia 21 de janeiro, de toda graciosidade, talento e saberes do multiartista Antonio Nóbrega e da intérprete Isaar França - que teve participação em várias Aulas-Espetáculo ministradas por Ariano Suassuna.

Encerrando a série de Conversas, dia 22 de janeiro, o tema é a Dança Armorial. E nada melhor do que um descontraído encontro com a bailarina Maria Paula Costa Rêgo e o brincante e bailarino popular Pedro Salustiano.

Curadoria

Para a nova etapa da Mostra Movimento Armorial 50 Anos, a produtora Regina Rosa de Godoy convidou dois grandes conhecedores do Movimento. Para as palestras, a curadoria e mediação é o do professor, escritor e especialista na obra de Ariano, Carlos Newton Júnior, que também integra o time de criação da exposição. Na música, quem vai dar as coordenadas é o maestro, violonista e compositor Antônio José Madureira que, no surgimento do Movimento, conduziu o Quinteto Armorial, posteriormente o Quarteto Romançal e segue, até hoje, perpetuando a proposta lançada por Ariano Suassuna, de criar a música Armorial.

 

A entrada é gratuita tanto para os shows quanto para as conversas. Os ingressos podem ser retirados em bb.com.br/cultura.

Confira mais informações sobre os curadores e os seus convidados:

 

Espetáculos de Música Armorial – Teatro I

Curadoria - Antônio Madureira

Madureira foi o marco para o que Ariano determinaria como estética da música armorial. Foi escolhido por ele para ser o líder do Quinteto Armorial. Um pesquisador nato das mais profundas raízes da música popular do nordeste. “Porque, na minha opinião, a música de Antônio Madureira tem, para o Brasil, a mesma importância que a gravura de Gilvan Samico, o romance de Guimarães Rosa e a poesia de João Cabral de Melo Neto." Ariano Suassuna .

 

 

19/01/2022

Grupo Rosa Armorial – das 20h às 22h

Grupo paranaense que produz espetáculos e composições musicais inspiradas no Movimento Armorial, que busca valorizar as manifestações culturais populares o Grupo é formado por: Marcela Zanette nas flautas, Carla Zago no violino, Du Gomide na viola caipira, violão, rabeca e cítara, Bruna Buschle no contrabaixo, Gabriela Bruel na percussão e Denis Mariano na bateria e percussão(percuteria).

 

O grupo tem no seu repertório músicas de compositores consagrados do movimento como Antônio Madureira, Egildo Vieira, Antonio Nóbrega e César Guerra-Peixe, além de resgatar o conceito armorial na criação de arranjos refinados para músicas do folclore paranaense e de músicas de compositores de todas as regiões do país, reunindo o popular com o erudito, resultando numa sonoridade genuinamente brasileira.

 

20/01/2022

Antonio Nóbrega em Um Recital para Ariano – 20h às 22h

O multiartista Antonio Nóbrega – que integrou, na origem, o Quinteto Armorial – é apontado pelo curador Antônio Madureira como uma síntese da arte e da estética Armorial. Um Recital para Ariano é composto de romances, poemas, martelos agalopados e toques instrumentais marcados, sobretudo, pelo espírito do sertão. Região que tanto inspirou o mestre Ariano e o Movimento Armorial. Essa viagem musical será entremeada por falas, reflexões e histórias que marcam a convivência entre ambos e, sobretudo, refletem a visão de Nóbrega sobre o Cavaleiro da Alegre Figura Ariano Suassuna, como ele gosta de se referir ao mestre.

Direção artística: Antonio Nóbrega; Direção musical: Edmilson Capelupi;

Músicos: Antonio Nóbrega: voz, violino, violão e bandolim; Edmilson Capelupi: violão de 7 cordas e cavaquinho; Cleber Almeida: pandeiro e percussão.

 

23/02/2022

Quinteto da Paraíba – das 20h às 22h

Com três décadas no Departamento de Música do CCTA/UFPB, é hoje um dos mais renomados grupos de música de câmara do Brasil. Trafegando com versatilidade entre a música de concerto e a música popular, o Quinteto da Paraíba tem 6 CDs gravados entre eles (Armorial & Piazzolla, Música Armorial, Capiba & Gonzagão, A Pedra do Reino, Nau Capitânia de Itamaracá e Ao Vivo em New York), além de realizar shows, concertos e turnês no Brasil e no exterior. O Quinteto da Paraíba surgiu com a proposta de divulgar a obra de compositores brasileiros, mas é no Nordeste do Brasil que encontra sua mais pura inspiração. Embaixador desta rica vertente musical, o grupo que é considerado o responsável pelo resgate do Movimento Armorial, conquistou méritos da crítica especializada nacional e internacional.

Formação:

Ronedilk Dantas - 1º violino; Anderson Carvalho - 2º violino; Ulisses Silva - viola

Nilson Galvão – violoncelo; Xisto Medeiros – contrabaixo

 

25/02/2022

Trio Lancinante, com participação especial de Letícia Torança – das 20h às 22h

Espetáculo Amanhecência - Integrado por Francisco Andrade (viola e violão), Ravi Shankar Viana (corne inglês e oboé) e Teresa Cristina (violoncelo). Em Belo Horizonte, eles contarão com a participação especial da cantora Leticia Torança, do Rio Grande do Sul, dona de uma bela voz e que traz na bagagem participação em uma série de espetáculos e festivais no país.

 

Conversas sobre Arte Armorial – Teatro I

Curadoria e Mediação - Carlos Newton Júnior

Professor da Universidade Federal de Pernambuco, escritor, poeta e pesquisador, dedica-se há mais de trinta anos à obra de Ariano Suassuna, de quem foi amigo pessoal. Publicou artigos, ensaios e livros, atuou como consultor em vários projetos relacionados à obra de Ariano Suassuna, a exemplo de exposições, filmes e documentários em vídeo, e foi palestrante em diversas universidades brasileiras.

 

21/01/2022

Música

Tema: Os romances nordestinos e a música armorial - das 19h às 21h

Trajetória do Quinteto Armorial. A Orquestra Armorial e a Orquestra Romançal Brasileira. O canto na música armorial. A experiência do canto armorial nas Aulas-Espetáculo de Ariano Suassuna. Influências da música armorial na cena musical brasileira. Discografia armorial.

Antonio Nóbrega — Músico, multi-instrumentista, compositor, cantor, ator e bailarino, ex-integrante do Quinteto Armorial.

Isaar França — Intérprete, tendo participado de várias Aulas-Espetáculo ministradas por Ariano Suassuna.

 

22/01/2022

Dança

Tema: As experiências da dança armorial, do Balé Armorial ao Grupo Grial - das 19h às 21h

Os espetáculos populares, a dança popular e a dança armorial. As experiências de dança nas Aulas-Espetáculo.

Maria Paula Costa Rêgo — Bailarina e coreógrafa, foi a fundadora, com Ariano Suassuna, do Grupo Grial, além de ter assinado a coreografia de vários números de dança apresentados nas Aulas-Espetáculo.

Pedro Salustiano — Brincante e bailarino popular, com participação em várias Aulas-Espetáculo ministradas por Ariano Suassuna.

 

SERVIÇO

Eventos Complementares

Mostra Movimento Armorial 50 Anos

 

Espetáculos de Música Armorial – Teatro I

Datas: 19 e 20 de janeiro de 2022

23 e 25 de fevereiro de 2022

Horário: das 20h às 22h

 

Conversas Sobre Arte Armorial – Teatro I

Datas: 21 e 22 de janeiro de 2022

Horário: das 19h às 21h

 

Presencial

Entrada gratuita – Ingressos em bb.com.br/cultura

 

Funcionamento do CCBB BH

Quarta a segunda, das 10h às 22h (fechado às terças-feiras)

Mais informações: (31) 3431-9400

 

Endereço e contato:

Praça da Liberdade, 450 - Belo Horizonte - MG/Brasil

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Bicicletário: Rua Sergipe com Avenida Brasil;

Balcão de informações: térreo - atendente bilíngue (português/inglês);

Terminais de Autoatendimento BB: térreo

Fraldário: Pátio

Livraria da Praça: térreo

 

Redes Sociais

Facebook: ccbb.bh

Twitter: ccbb_bh

Instagram: @ccbbbh

Site: bb.com.br/cultura

 

Circuito Liberdade

O Centro Cultural Banco do Brasil é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas. Acesse o site do CCBB em: bb.com.br/cultura.

 

Protocolo de funcionamento do CCBB durante a pandemia de Covid-19

Para acesso ao prédio do CCBB Belo Horizonte é indispensável a emissão de ingresso online. Antes de agendar sua visita, leia com atenção as informações disponíveis em bb.com.br/cultura, que fazem parte do novo protocolo de funcionamento do CCBB Belo Horizonte, conforme Decreto Municipal 17.361 de 22 de maio de 2020.

 

- Horário de funcionamento: de quarta a segunda, das 10h às 22h.

- Bilheteria: não há bilheteria física, os ingressos devem ser emitidos pelo site bb.com.br/cultura com apresentação do QR Code na entrada do CCBB.

- Acesso ao prédio: será permitido apenas com agendamento pelo site bb.com.br/cultura. Lembramos que o número de pessoas que podem agendar visitação em cada horário é limitado e que não será possível agendar novamente a visita.

- O ingresso é válido para o dia e horário agendados.

- Guarda-volumes: está suspenso. Use somente o indispensável para sua visita.

- Não é permitida a entrada nas salas de exposição portando mochilas ou malas.

- Bebedouros: os bebedouros foram adaptados e a utilização é somente para coleta de água com recipientes individuais.

- Máscara: uso obrigatório, cobrindo o nariz e a boca, durante a permanência no CCBB.

- Aferição de temperatura: a temperatura dos visitantes será aferida na entrada no CCBB. Pessoas com temperatura igual ou superior a 37,5o serão orientadas a buscar atendimento médico especializado.

- Visitação: a visitação tem fluxo unidirecional. Oriente-se pela sinalização e uma vez iniciada a visita não retorne ao ponto inicial.

- Oriente-se pela sinalização e mantenha a distância de 1 metro.

- Elevadores: pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou que precisem de acompanhamento possuem atendimento priorizado. Recomendamos o uso das escadas aos demais usuários.

- Banheiros: limitação da capacidade além da instalação de dispensadores de álcool gel.

- Entrada e saída acessível: pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem entrar e sair pela rua Claudio Manoel.

CCBB Educativo mantém atrações virtuais em funcionamento

Devido a recomendação das autoridades, atividades presenciais estão suspensas

Em função do novo decreto instituído pela Prefeitura de Belo Horizonte, as atividades presenciais do CCBB Educativo estão suspensas por tempo indeterminado. Ainda assim, o público que busca por formas de se divertir e adquirir conhecimento em casa pode contar com as atrações pensadas exclusivamente para o digital e que compõem o cronograma do programa.

No dia 14 de janeiro, o CCBB Educativo apresente o projeto Laboratório de Críticas em versão digital. Para o lançamento, a convidada é a crítica Mariana Souza que aborda "O cinema feminino e a escrita crítica de cinema brasileiro". A transmissão ocorrerá pela plataforma Zoom e é necessário se inscrever pelo site (www.ccbbeducativo.com.br). O evento é gratuito.

O Múltiplo Ancestral do mês de janeiro é musical e virtual. A canção inédita “Dançar, dançar”, produzida para o CCBB Educativo por Fernando Leme e Guilherme Fogagnoli, será apresentada ao público em vídeo no site do programa no dia 16 de janeiro, às 10h. Trata-se de uma homenagem a uma das maiores expressões culturais do Brasil: a dança. Com toda a sua diversidade e pluralidade, em ritmos propriamente brasileiros como o samba, o forró, o maracatu, a dança é uma manifestação democrática independente de raça e presentes em todas as regiões do país.

Qual a relação entre Educação e Natureza? Esse tema será abordado na próxima edição do Transversalidades, projeto do CCBB Educativo voltado para profissionais da educação. Em formato de webinar, quem fala sobre o assunto são os educadores Kau Clarke e Fred Behrends no dia 20 de janeiro, às 19h. A transmissão ocorrerá pela plataforma Zoom e é necessário se inscrever pelo site (www.ccbbeducativo.com.br). A participação é gratuita.

O Lugar de Criação também está disponível online para envolver as crianças. No dia 22 de janeiro será realizada virtualmente a atividade “A escala de cores na minha

casa”. A ideia é descobrir as cores das casas de alguns artistas e dos participantes, a partir da arquitetura, dos objetos e ao redor.

Quem ama cinema, sabe que o trailer tem um importante papel na divulgação de um filme e na fidelização do público. Para aprofundar no assunto, o CCBB Educativo apresenta edição do Processos Compartilhados com a temática A produção de trailer no cinema. Quem aborda o tema é o montador, diretor e produtor Ricardo Mehedff no dia 28 de janeiro, às 14h. A transmissão ocorrerá pela plataforma Zoom e é necessário se inscrever pelo site www.ccbbeducativo.com.br. A inscição é gratuita.

Que tal conhecer mais de cem obras de Alphonse Mucha que integram uma exposição em outro estado do Brasil? O público poderá conferir uma visita mediada virtual à exposição " Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau". A iniciativa do CCBB Educativo permite que as galerias sejam vistas com mediação da designer Paula Cruz no projeto Com a Palavra, dia 30 de janeiro. O conteúdo fica disponível a partir das 10h, nas redes e site do CCBB Educativo. A visita online é gratuita.

SERVIÇO:

Programa CCBB Educativo – Atividades online

Laboratório de Crítica

"O cinema feminino e a escrita crítica de cinema brasileiro" – com Mariana Souza

Quinta-feira, 14 de janeiro, às 14h

Duração: 4h

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos

Múltiplo Ancestral

“DANÇAR, DANÇAR”– com Fernando Leme e Guilherme Fogagnoli

Sábado, 16 de janeiro, às 10h

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo Acesso: www.ccbbeducativo.com

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos

Transversalidades

Educação e Natureza – com Kau Clarke e Fred Behrends

Quarta-feira, 20 de janeiro, às 19h

Duração: 2h

Acessível em Libras

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 18 anos

Lugar de Criação

A escala de cores na minha casa (digital)

Data/horário: 22 de janeiro, às 10h

Duração de 1h

Acesso: www.ccbbeducativo.com

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos Inscrições: www.ccbbeducativo.com.br

Processos Compartilhados

A produção de trailer no cinema – com Ricardo Mehedff

Quinta-feira, 28 de janeiro, às 14h

Duração: 4h

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos

Com a Palavra

" Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau" – com Paula Cruz

Sábado, 30 de janeiro, a partir das 10h Acesso: www.ccbbeducativo.com

Instagram.com/ccbbbh

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos

Eventos gratuitos

Informações: (31) 3431-9440/9441

www.ccbbeducativo.com

Sobre o Programa CCBB – Educativo

O Programa CCBB Educativo desenvolve ações que estimulam experiências, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – PROGRAMA EDUCATIVO

Doizum Comunicações – (31) 3889-0364 Mayra Lopes – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (31) 99795-0364

ASSESSORIA DE IMPRENSA CCBB - BH

Bárbara Campos Guimarães - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(31) 3431-941

Em janeiro, "Lugar de Criação" traz diversas atividades artisticas para as crianças

Oficinas do CCBB Educativo acontecem aos sábados e é necessário fazer agendamento

Para quem está procurando atividades com a criançada neste mês, o Lugar de Criação, do CCBB Educativo, traz as oficinas ideais. São diversas atrações lúdicas envolvendo arte e educação em um só lugar para os pequenos aprenderem e se divertirem. As atrações têm entrada gratuita e acontecem presencialmente aos sábados, às 15h, mediante agendamento pelo site (ccbbeducativo.com.br). Também há uma edição digital para fazer as atividades em casa.

Para começar o ano com muita diversão, no dia 2 de janeiro será realizada a Oficina de Artes. Na ocasião, o público terá a oportunidade de participar de exercícios de experimentação com os educadores, envolvendo materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens. A atração se repete no dia 30 de janeiro.

Um encontro de leitura mediada de livros ilustrados acontece no dia 9 de janeiro, na Oficina de Histórias. A atividade é seguida pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

No dia 16 de janeiro, os educadores do CCBB Educativo convidam as crianças para a Oficina de Saberes. Nesse encontro, o público confere a produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, em diálogo com a cidade onde vivem e as exposições em cartaz no CCBB BH.

Quem não quer sair de casa também pode aproveitar o Lugar de Criação. No dia 22 de janeiro será realizada virtualmente a atividade “A escala de cores na minha casa”. A ideia é descobrir as cores das casas de alguns artistas e dos participantes, a partir da arquitetura, dos objetos e ao redor.

Os jogos são capazes de promover muito mais do que diversão, são também fonte de conhecimento. Pensando nisso, no dia 23 de janeiro, o Lugar de Criação traz a oficina Jogos

de Arte, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

Com capacidade limitada, seguindo as normas de prevenção contra o COVID-19, a oficina poderá contar com presença de até oito pessoas, mediante agendamento prévio na internet.

Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF e o representante pode ser acompanhado por até três pessoas de sua família. Também é obrigatório o uso de máscaras e respeitar os protocolos de distanciamento.

SERVIÇO:

Programa CCBB Educativo – Lugar de Criação

Oficina de Artes

Data/horário: 2 de janeiro, às 15h

Duração de 1h

Oficina de Histórias

Data/horário: 9 de janeiro, às 15h

Duração de 1h

Oficina de Saberes

Data/horário: 16 de janeiro, às 15h.

Duração de 1h

A escala de cores na minha casa (digital)

Data/horário: 22 de janeiro, às 10h

Duração de 1h

Acesso: www.ccbbeducativo.com

Jogos de Arte

Data/horário: 23 de janeiro, às 15h

Duração de 1h

Oficina de Artes

Data/horário: 30 de janeiro, às 15h

Duração de 1h

Em todas as atividades é necessária a presença dos pais ou responsáveis.

Local: CCBB BH - Praça da Liberdade, 450 – Funcionários

Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos

Capacidade: 08 pessoas, mediante agendamento prévio pela internet.

Inscrições: www.ccbbeducativo.com.br

Emissão de apenas um ingresso por CPF. O representante pode ser acompanhado por até 03 pessoas de sua família.

Evento gratuito

Informações: (31) 3431-9440/9441

www.ccbbeducativo.com

*PROTOCOLOS DE SEGURANÇA – CCBB – BH

• Acesso ao prédio: será permitido apenas mediante agendamento pelo site da Eventim. Lembramos que o número de pessoas que podem agendar visitação em cada horário é limitado e que não será possível reagendar novamente a visita em caso de “no show”, devendo ser emitido novo ingresso.

• Horário de funcionamento: de quarta a segunda, de 10h às 22h.

• Bilheteria: não há bilheteria física. Os ingressos devem ser emitidos pelo site ou app Eventim com apresentação do QR Code na entrada do CCBB, não se recomenda a impressão do ticket.

• Estão abertos à visitação: mediante apresentação de ingresso eletrônico e com limite de acessos: salas de exposições permanentes e visita patrimonial, nos horários definidos, e também a exposição Ivan Serpa: A Expressão do Concreto.

• Validade ingresso: o ingresso é válido para o dia e horário agendados, com tolerância máxima de 15 minutos, sem possibilidade de alteração. Recomendamos planejamento dos usuários para melhor experiência de visitação.

• Aferição de temperatura: a temperatura dos visitantes será aferida na entrada no CCBB. Pessoas com temperatura igual ou superior a 37,5º serão orientadas a buscar atendimento médico especializado.

• Entrada e saída acessível: pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem entrar e sair pela rua Claudio Manoel.

• Serviço de guarda-volumes: está suspenso. Use somente o indispensável para sua visita. Não é permitida a entrada nas salas de exposição portando mochilas ou malas. Solicitamos que evitem o uso de bolsas com dimensões superiores a 50 cm X 60 cm X 10 cm (LxAxP).

• Uso obrigatório de máscara: durante a permanência no CCBB BH é obrigatório o uso da máscara cobrindo boca e nariz.

• Visitação: os visitantes têm um fluxo de visitação sinalizado no espaço, que respeita o adequado distanciamento físico. Uma vez iniciada a visita, o público será orientado a não voltar ao ponto inicial.

• Utilização dos elevadores: Pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou que precisem de acompanhamento possuem atendimento priorizado. Recomendamos o uso das escadas aos demais usuários.

• Distanciamento: o recomendado entre as pessoas é de 2 metros. Importante seguir a marcação no piso para orientação.

• Utilização dos banheiros: haverá limitação da capacidade além da instalação de dispensadores de álcool gel.

• Bebedouros: os bebedouros foram adaptados e a utilização é somente para coleta de água com recipientes individuais.

Sobre o Programa CCBB – Educativo

O Programa CCBB Educativo desenvolve ações que estimulam experiências, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

Banner 468 x 60 px