Log in
Redação

Redação

URL do site: http://www.nossomundo.net

Começa o COMPOL - Congresso de Comunicação Política e Institucional

Com abertura de Bernardo Santos, Secretário de Comunicação de Minas Gerais, discute o problema das Feke News

Começa o COMPOL - Congresso de Comunicação Política e Institucional com abertura de Bernardo Santos, Secretário de Comunicação de Minas Gerais
 
Belo Horizonte, MG - Foi aberto, nesta quarta-feira (8), o aguardado COMPOL - Congresso de Comunicação Política e Institucional, em cerimônia presidida pelo Secretário de Comunicação do Governo de Minas Gerais, Bernardo Santos. O primeiro dia do evento foi focado em destacar as estrelas do marketing político brasileiro que têm desempenhado um papel fundamental na área de educação e treinamento.
 
Destaques da abertura
 
Dentre os renomados profissionais do marketing político presentes, destacaram-se o Consultor Político Fred Perilo, responsável pelo projeto de treinamento de políticos "Reputation Training". Além dele, Lucas Pimenta, da Escola dos Políticos, e Emerson Saraiva, criador da plataforma "Eleja-se", também compartilharam suas experiências e insights valiosos, da mesma forma que o marqueteiro Leandro Groppo, que foi responsável pela campanha do Governador de Minas Gerais, Romeu Zema.
 
O sucesso da cerimônia de abertura do congresso deu o tom do que promete ser um evento notável, reunindo mais de 500 inscritos de todos os cantos do Brasil.
 
Nos painéis de debates realizados durante o primeiro dia, emergiu uma preocupação crescente entre os profissionais de comunicação política: o impacto das Fake News e DeepFakes nas próximas campanhas políticas, especialmente com o rápido avanço da Inteligência Artificial.
 
A Expectativa para a Palestra de Marcelo Senise
 
A grande expectativa do evento é para a explanação do nacionalmente conhecido marqueteiro Marcelo Senise, considerado o maior especialista em Inteligência Artificial aplicada em marketing político do Brasil. Amanhã, às 15 horas, Senise fará uma palestra de destaque, na qual anunciará a criação do Instituto Brasileiro de Regulamentação da Inteligência Artificial (IRIA).
 
O instituto tem como objetivo promover um amplo debate nacional sobre o uso da IA em campanhas eleitorais, uma questão que tem gerado preocupações em todo o mundo.
 
 Infelizmente, no Brasil, o assunto parece ter sido negligenciado pelos legisladores, tornando a iniciativa do IRIA ainda mais necessária.
 
O COMPOL MG continua a ser um ponto de encontro crucial para os profissionais de comunicação política, onde as questões mais prementes do cenário político atual são discutidas e abordadas por especialistas do setor.

Natal em meio à natureza: Cristalino Lodge propõe celebração tranquila na Amazônia

Em contraponto ao ritmo acelerado e às festividades barulhentas típicas do período natalino, o Cristalino Lodge emerge como uma alternativa que promove a paz e a comunhão com o meio ambiente para as celebrações de fim de ano. Localizado na vastidão da floresta amazônica, o local se apresenta como destino para aqueles que desejam passar o Natal de maneira diferenciada, imersos na serenidade da natureza.

O convite do lodge é para uma experiência que desacelera os ânimos e aproxima os hóspedes da rica biodiversidade da região. Longe do habitual, a proposta do hotel é que todos tenham um Natal onde o foco recaia sobre a qualidade do tempo passado com familiares, na contemplação da fauna e flora local e na apreciação de momentos singulares que a rotina urbana raramente permite.

A jornada até o Cristalino Lodge inicia com o desembarque no Aeroporto de Alta Floresta, seguido de um trajeto que gradualmente substitui paisagens urbanas pela imensidão verde da Amazônia. Já na chegada, o visitante é recebido pelos sons naturais que compõem a trilha sonora do ambiente amazônico.

Dentre as atividades propostas pelo lodge, se destacam as caminhadas por trilhas ecológicas, passeios fluviais e a possibilidade de canoagem, todas planejadas para favorecer o encontro dos hóspedes com a natureza exuberante do entorno. Observação de pássaros ao amanhecer e exploração de percursos naturais são apenas algumas das experiências disponíveis.

A estrutura do Cristalino Lodge foi cuidadosamente pensada para aliar conforto à estética natural. As acomodações foram projetadas para enaltecer a paisagem ao redor, sem abrir mão do aconchego e da privacidade desejados pelos visitantes. A gastronomia é um capítulo à parte, onde a culinária local é valorizada e se mistura com técnicas modernas de preparo, oferecendo um cardápio que é uma celebração dos sabores da Amazônia.

Com um olhar atento à sustentabilidade, o Cristalino Lodge não apenas proporciona uma hospedagem consciente, como também atua ativamente por meio da Fundação Cristalino, reforçando seu compromisso com a preservação ambiental e a educação.

Essa é uma oportunidade de celebrar o Natal de forma inesquecível, em um cenário de incomparável beleza natural. As reservas já estão abertas e os interessados são convidados a garantir sua estadia para vivenciar um Natal repleto de tranquilidade e renovação no Cristalino Lodge.

Sobre o Cristalino Lodge

O Cristalino Lodge é um destino privilegiado na Amazônia para amantes da natureza. O hotel está localizado em Alta Floresta, em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de 11.399 hectares – uma área seis vezes maior do que o arquipélago de Fernando de Noronha. Só de aves, são quase 600 espécies catalogadas, muitas delas raras para a ciência. A alta biodiversidade da região atrai visitantes do mundo todo em busca de conforto e contato com a floresta autêntica no coração do Brasil.

O Cristalino Lodge possui 18 bangalôs abastecidos com energia solar, duas torres de observação, mais de 30km de trilhas para passeios guiados e atividades como canoagem e banho de rio no deck flutuante. A gastronomia Amazônica, assinada pelo renomado Chef Fábio Vieira, complementa a experiência no hotel com muito estilo. Desde 1990, a Fundação Ecológica Cristalino contribui com o lodge no desenvolvimento de programas de conservação, educação e pesquisa em prol da biodiversidade. Eleito pela National Geographic Traveler como um dos 25 melhores ecolodges do mundo, o Cristalino Lodge recebeu o certificado GreenLíderes TripAdvisor na categoria Platinum e foi vencedor do prêmio de sustentabilidade da Brazilian Luxury Travel Association – BLTA.

 

CRISTALINO LODGE

Alta Floresta, Mato Grosso 

Fones: +55 (66) 3521-2221

WhatsApp: +55 (11) 93432-2121

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

cristalinolodge.com.br 

 

ACOMPANHE O CRISTALINO NAS REDES SOCIAIS

Instagram: @cristalinolodge

Qatar Airways firma parceria com a United for Wildlife

Qatar Airways se torna a companhia aérea parceira oficial do programa United for Wildlife, da Fundação Real do Príncipe e da Princesa de Gales

Doha, Catar – A Qatar Airways acaba de anunciar seu compromisso como companhia aérea parceira oficial da United for Wildlife (UfW), iniciativa que trabalha para combater o comércio ilegal de animais silvestres e proteger espécies ameaçadas, fundada pelo Príncipe William e pela Fundação Real do Príncipe e da Princesa de Gales em 2014. A parceria reforça o compromisso da Qatar Airways com a conservação da vida selvagem. A Qatar Airways e a United for Wildlife irão desenvolver campanhas em torno da missão de combater o comércio ilegal de vida selvagem e do avanço do trabalho dos Wildlife Regional Chapters*

O CEO do Grupo Qatar Airways, Engr. Badr Mohammed Al-Meer, disse: "O comércio ilegal e insustentável de animais silvestres  ameaça nossa biodiversidade global e representa um risco para a saúde e a segurança, especialmente em comunidades marginalizadas. Estamos tomando medidas para interromper esse comércio ilícito a fim de conservar a biodiversidade e proteger nossos delicados ecossistemas. Como Companhia Aérea Parceira Oficial, acreditamos que essa parceria inovadora com a United for Wildlife demonstra nosso compromisso com a Declaração do Palácio de Buckingham e representa outra etapa importante em nosso compromisso com a proteção da vida selvagem. A United for Wildlife reuniu várias empresas em uma abordagem única de colaboração que compartilham a mesma missão que a nossa. Continuamos comprometidos em colaborar com nossas partes interessadas para aumentar a conscientização sobre o impacto do comércio ilegal de animais, trabalhando incansavelmente para entregar a iniciativa Qatar Airways Cargo - WeQare Rewild the Planet para proteger as espécies mais vulneráveis do nosso planeta."

Amanda Berry OBE, CEO da Fundação Real do Príncipe e da Princesa de Gales, disse: "Como membro fundador da nossa Força-Tarefa de Transporte em 2016, a Qatar Airways tem uma parceria de longa data com a United for Wildlife e tem demonstrado consistentemente o compromisso de combater o comércio ilegal de animais silvestres em todo o mundo. Ela foi a primeira companhia aérea a concluir a certificação IATA IEnvA IWT e implementou várias iniciativas para ajudar a evitar o tráfico de animais silvestres em sua rede.O apoio da Qatar Airways como nossa companhia aérea parceira oficial é outro exemplo de sua dedicação à erradicação desse comércio prejudicial e à preservação da biodiversidade para as gerações futuras."

A Qatar Airways Cargo lançou o WeQare: Rewild the Planet, iniciativa de sustentabilidade corporativa, em 2020. Como parte da iniciativa, a Qatar Airways Cargo incentiva a preservação do equilíbrio ecológico, fornecendo serviços de transporte gratuitos para organizações envolvidas na devolução de animais silvestres ao seu habitat natural. Um dos marcos notáveis dessa iniciativa foi o transporte bem-sucedido de sete leões da Ucrânia em 2021. Essa operação demonstrou a dedicação da Qatar Airways em apoiar os esforços de ONGs e organizações conservacionistas em seu trabalho vital para reflorestar o planeta.

A Qatar Airways é a companhia aérea oficial a ser certificada de acordo com o padrão do setor para a prevenção do tráfico ilegal de animais silvestres na aviação. A certificação confirma que uma companhia aérea tem procedimentos, treinamento de pessoal e protocolos de relatório que ajudam a detectar melhor os produtos ilegais da vida selvagem. O Qatar Airways Group mantém uma política de tolerância zero em relação ao transporte de produtos e animais silvestres ilegais e implementou um treinamento de conscientização sobre o comércio ilegal de animais silvestres para os funcionários. Esse treinamento tem o duplo objetivo de aumentar o conhecimento e a conscientização sobre o tráfico e equipar os funcionários com habilidades para identificar e responder de forma eficaz caso encontrem atividades de tráfico.

*Os Wildlife Regional Chapters são compostos por especialistas de uma variedade de setores – desde organizações de conservação a instituições financeiras – que compartilham conhecimentos únicos na abordagem ao crime contra animais silvestres. A United for Wildlife tem atualmente Chapters na África Oriental, África Austral, Hong Kong, Sudeste Asiático e Australásia, Oriente Médio e Norte da África, América do Norte e América Latina e Caribe


Sobre a Qatar Airways

Uma companhia aérea premiada, a Qatar Airways foi anunciada como a 'Companhia Aérea do Ano' no World Airline Awards de 2022, administrado pela organização internacional de classificação de transporte aéreo, Skytrax. A Qatar continua sendo sinônimo de excelência, tendo conquistado o prêmio principal pela sétima vez sem precedentes (2011, 2012, 2015, 2017, 2019, 2021 e 2022), e ainda sendo nomeada como 'Melhor Classe Executiva do Mundo', 'Melhor Lounge de Classe Executiva do Mundo' e 'Melhor Companhia Aérea do Oriente Médio'. 

Atualmente, a Qatar Airways voa para mais de 160 destinos em todo o mundo, conectando-se por meio de seu hub em Doha, o Aeroporto Internacional de Hamad, eleito pela Skytrax como o "Melhor Aeroporto do Mundo" em 2021 e 2022, consecutivamente. Este ano, o Aeroporto Internacional de Hamad foi classificado pela Skytrax como o segundo melhor aeroporto do mundo e recebeu o prêmio de 'Melhor Aeroporto do Oriente Médio' pela nona vez consecutiva, bem como 'Melhores Opções de Lojas em Aeroporto do Mundo'.

Racismos Coleção África, presente! Negritude e luta antirracista - Volume 3

A obra apresenta uma análise dos racismos em seus detalhes e intensas reflexões, expondo os impactos nas mais variadas áreas da vida contemporânea, não só no Brasil, mas mundo afora. Perante os pontos de vista teológico, filosófico, político, econômico, tecnológico, sociológico, médico, jurídico, linguístico e antropológico, os autores convidados discorrem sobre aspectos que formam a atual corrente de enfrentamento com resistência e resiliência.

O que têm em comum o racismo e a sustentabilidade? Quais os contrastes entre a Ginga brasileira e o Cool norte-americano? Que teorias estão por trás do racismo biológico e o epistêmico? Como é que corpos racializados correm risco de saúde? Organizado por Dagoberto José Fonseca, também coordenador da coleção, o livro Racismos - Coleção África, presente! Negritude e luta antirracista – Vol. 3 (Selo Negro Edições, 192 p., R$ 84,40) traz um panorama amplo para se compreender o histórico sociocultural que resulta na atual expansão das ações afirmativas.

Reunindo estudiosos de diversas áreas de atuação, o terceiro volume aponta os racismos como crimes que foram e são cometidos de maneira nada ingênua e descomprometida. O racismo é sistêmico, processual, e seus tentáculos são vários, sustentados por ideias, visões de mundo e teses que advêm de diversos segmentos ou áreas do saber — teologia, filosofia, política, economia, tecnologia, sociologia, medicina, direito, linguística e antropologia. Entender essa base pseudocientífica de longa data nos dá a condição de analisar, interpretar e explicar o presente momento das relações étnico-raciais não só no Brasil como também em outras regiões do mundo.

“O volume 3 da Coleção África Presente! Negritude e luta antirracista nos faz ver e rever — e sobretudo repensar — as dinâmicas e as diferentes formas pelas quais os racismos são praticados na sociedade atual. Algo em comum em suas práticas é o fato de eles serem a expressão sistêmica e orgânica de um momento da sociedade global em que grupos humanos, classes, segmentos, pessoas, nações, governos e Estados buscam expropriar, explorar, submeter, coagir e, mais do que isso, perseguir pessoas em função de seus traços fenotípicos, sua herança genética e sua melanina, mas também de sua cultura, sua ética, sua etnia e seus valores civilizatórios”, trecho da apresentação da obra por Dagoberto José Fonseca.

Os convidados para este volume são educadores, filósofos, sociólogos, gestores ambientais, cientistas sociais, historiadores e pensadores brasileiros, além de uma antropóloga francesa, reunindo suas contribuições com os seguintes artigos:

  1. Matrizes dos racismos: o biológico e o epistêmico - Julvan Moreira de Oliveira
  2. O racismo semântico-simbólico-cognitivo: “ciência” que fere e mata - Dagoberto José Fonseca
  3. Ginga e cool, metáforas rítmicas da resiliência contracolonial: diáspora africana nos Estados Unidos e no Brasil - Júlio Cesar de Tavares
  4. O genocídio em Ruanda e o discurso religioso: uma análise da obra Nossa Senhora do Nilo, de Scholastique Mukasonga - Antonio Carlos Lopes Petean
  5. Racismo institucional, Estado e direito - Isadora Brandão Araujo da Silv
  6.  Racismo na saúde: tecnologia de controle sobre corpos racializados e genocídio da população negra - Rita Helena do Espírito Santo Borret, Denize Ornelas Pereira Salvador de Oliveira e Roseane Maria Corrêa
  7. Racismo xenofóbico em contextos contemporâneos de migração e refúgio - Julie Lourau e Mari Rosa Souza 
  8. O negro e o verde em perigo: o racismo ambiental na catástrofe de Brumadinho (MG) - Rafael Alves Orsi, Juliano Costa Gonçalves, Érica Pugliesi e Maria Cristina Franceschini Chade

A mais nova coleção da Selo Negro Edições, África, presente! Negritude e luta antirracista, coordenada pelo antropólogo e docente da Unesp Dagoberto José Fonseca, reúne reflexões e análises de pensadores e estudiosos com o objetivo de descontruir pseudoverdades científicas. Inspirada na coleção História Geral da África, trabalhada desde 1964 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a coleção pretende ser um espaço de produção e divulgação do pensamento não hegemônico acerca de africanos, afro-brasileiros e indígenas, construindo assim novas categorias, metodologias e conceitos autênticos da realidade social.

O organizador:

Dagoberto José Fonseca - Livre-docente em Antropologia Brasileira e professor de Antropologia da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp-Araraquara). Pós-doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), doutor, mestre, bacharel e licenciado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Criador e coordenador da coleção África Presente! Negritude e luta antirracista (Selo Negro), coordenador do Centro de Estudos das Culturas e Línguas Africanas e da Diáspora Negra (Cladin-Unesp) e coordenador científico do Núcleo Negro para Pesquisa e Extensão Universitária (Nupe-Unesp).

Título: Racismos - Coleção África, presente! Negritude e luta antirracista – Vol. 3

Organizador da coleção e deste volume: Dagoberto José Fonseca

Editora: Selo Negro Edições

Preço: R$ 84,40 (E-book: R$ 50,60)

Páginas: 200 (17 x 24 cm)

ISBN: 978-65-998837-5-0

Atendimento ao consumidor: (11) 3865-9890

Sitewww.gruposummus.com.br