Log in

PUCPR é palco da exposição "Entre percursos, vastas memórias"

Exposição "Entre percursos, vastas memórias" Divulgação: PUCPR Exposição "Entre percursos, vastas memórias"

Obras de Claudia Lara, Rita Vaz e Guita Soifer permanecem em exibição até 27 de outubro

Arte e lembrança entrelaçadas em sentido, cor e textura são o cerne da exposição "Entre percursos, vastas memórias", em cartaz na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). A coletânea de obras traz peças das artistas Claudia Lara, Rita Vaz e Guita Soifer, com a curadoria das artistas e de Janaik Baum e Jheferson Maiczak. A mostra, gratuita e aberta ao público, acontece no Centro Cultural do Câmpus Curitiba da Universidade. 

"A exibição entrelaça os percursos das artistas, que transmitem através de seus processos artísticos a memória enraizada na técnica, no gesto e no afeto", explica Henrique Davini, coordenador do PUCPR CULTURA. "A exposição é um convite a dialogar sobre arte e memória para além da materialidade e vislumbrá-las como parte das nossas trajetórias."  Entre a coleção, estão pinturas, gravuras e obras têxteis, que remetem à memória coletiva do movimento negro no Brasil, da ditadura militar e à memória individual, intimista e efêmera, particular de cada um. 

A mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no Centro Cultural da PUCPR Curitiba, localizado na Rua Imaculada Conceição, 1155, no Prado Velho.  

Sobre as artistas 

Claudia Lara, curitibana, tem no currículo exposições em diversos países e, desde 2020, faz parte do acervo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná. As obras da artista visual abordam a significação da presença negra na sociedade brasileira. Conversas imaginadas com familiares criaram os retratos bordados. Uma arte de delicadeza em homenagem à memória de seus antepassados e nossos ancestrais. 

Rita Vaz, artista e autora do livro "Tecendo memórias e ausências", reflete sobre os apagamentos da memória na ditadura empresarial-militar no Brasil. Por meio da arte, almeja recuperar memórias, lamentar ausências, registrar sobrevivências e animar resistências. 

Guita Soifer já trabalhou com múltiplas formas de arte e atualmente possui obras em diversos acervos, como no Museu Oscar Niemeyer, no Museu de Arte de São Paulo, dentre outras instituições. A artista multimídia apresenta, de forma intimista e sutil, a memória como aquilo comum ao que somos, transparecendo a efemeridade no tempo e espaço. 

 

Serviço 

Exposição "Entre percursos, vastas memórias" 

Curadoria: Claudia Lara, Janaik Baum, Jheferson Maiczak e Rita Vaz 

Período: Até 27 de outubro 

Horário: das 9h às 17h (de segunda a sexta-feira) 

Local: Centro Cultural - PUCPR Câmpus Curitiba - Rua Imaculada Conceição, 1155 - Prado Velho, Curitiba (PR) 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.